quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Roteiro Gastronômico Norte da Italia

A Speed System traz mais um roteiro gastronômico aos amantes das viagens com sabor.
SABORES DO NORTE DA ITÁLIA é um roteiro realmente de dar água na boca.
No primeiro dia, logo após a chegada em Milão, há um coquitel de boas vindas e jantar no Restaurante EL BRELLIN.

No segundo dia parte-se da capital Lombarda, seguindo em direção a região do Piemonte, uma das mais belas e produtivas. Em Langhe e Roero a viticultura se traduz por excelência em vinhos de grande qualidades renomados em todo o mundo. Primeira parada em Asti, o principal centro vinícola da região, também famoso pelo tradicional PALIO, corrida medieval de cavalos, concorrente do evento de Siena. Asti encanta não só pelo bom vinho, a cidade tem um ritmo tranqüilo e sua beleza é marcada por torres medievais, igrejas elegantes e telhados vermelhos. Uma cidade encantadora!
Em seguida, o roteiro leva os viajantes a Barbaresco, uma pitoresca cidade medieval coroada por uma imponente torre e pelo castelo da produtora local de vinhos que leve o mesmo nome. Um tour a pé pelo centro histórico permite visitar a loja de vinhos regionais de Barbaresco e um almoço em restaurante típico da região. Prossegue-se até Pollenzo, cidade romana, sede da Universidade de Ciências Gastronômicas, criada pelo cozinheiro italiano Carlo Petrini, também fundador do movimento internacional Slow Food. Uma das pessoas que encampou uma série de ações contra o fastfood.
No terceiro dia há passeios incríveis aos belíssimos vinhedos. Paisagem harmoniosa e indescritível pelo sul do Piemonte, região predominantemente agrária e produtora de alguns dos melhores vinhos italianos.

O dia começca com visita ao Castello Grinzane Cavour, um dos mais importantes e antigos da região. Construído no séc. XI, o local foi comprado no séc. XIX por Camilo Cavour, uma figura eminente da unificação italiana. A seguir, aproveitando o majestoso cenário composto de vinhedos até o horizonte, o passeio segue rumo à cidade de Barolo para conheceras técnicas de produção dos mundialmente famosos vinhos Barolo, considerado o REI DOS VINHOS e o VINHO DOS REIS. Prosseguindo em tempo os viajante chegam a Alba, famosa capital do Tartufo, que se inflama de visitantes durante o período da feira do precioso tubero. Lá se vê Piazza Del Rissorgimento, com sua catedral do séc. XIV. Ao final da visita há degustação e caça ao tartufo. Um passeio para desvendar como vem individuado o ouro branco e nero tão apreciado na alta gastronomia. Logo depois, o roteiro segue de volta a Pollenzo.
No quarto dia de viagem a manhã prossegue com a descoberta da fabulosa Piemonte. Passa-se por Alessandria, cidade Papal fundada em 1175 pelo Papa Alexandre III até chegar a Verceli, capital européia
do arroz. Lá haverá visita orientada onde poder-se-á admirar o Duomo do séc. XVI, com esplêndidos pilares, mosaicos e pinturas da escola de Vercelli, caminhar em meio aos campos de arroz e visitar uma risaia histórica. Em seguida o passeio leva a Stresa, as margens do Lago Maggiore.
No quinto dia, partindo de Stresa, com em apenas alguns minutos de navegação em barca de se chega a Isola Madre, a maior com seu belo Palácio da família Borromeo. A Isola Bella não desmente o seu nome e pode proporcionar, experiência inesquecível no quarto de luxo do Villa Borromeo. Num lindo jardim menos pitoresco, mas igualmente aristocrático, quem merece uma visita é a Isola dos Pescadores, uma cidade encantadora. De volta a Stresa sobe-se o monte Mottarone, de onde se pode observar as ; amplas vistas das montanhas ao redor, inclusive do famoso Monte Rosa e os 7 lagos entorno a esta região Maggiore, Lago d'Orta, Lago di Mergozzo, Lago di Varese, Lago di Comabbio, Lago di Monate, Lago di Biandronno, que dão a impressão de ser tocados pelas mãos da fantasia.
No sexto dia os viajantes seguem em direção ao Lago D’Orta, pequena e charmosa localidade magnificamente situada aos pés dos Alpes. Citado nos editoriais de turismo como um dos Borgos mais bonitos de Itália. Antes, porém, uma parada para visitar o Sacro Monte d’Orta eleito Patrimônio Mundial dan Humanidade tutelado da UNESCO. Representa a integração de sucesso entre a arquitetura e arte decorativa em uma paisagem de grande beleza e pelo alto valor espiritual conseguido num momento critico na história da Igreja Católica. Após a visita a Sacro monte, desce-se até a Praça Motta, principal ponto de encontro da cidade para embarcar para Ilha de San Giulio. Lá se percorrerá a pequena ilha e suas sugestivas ruas como históricas construções, como a Basílica de San Giulio, ricamente decorada com afrescos do sec. XV. Após o almoço pega-se de volta o caminho para Milão.
No sétimo dia, Milão. Lá se fará uma bela visita pela cidade e capital da rica região da Lombardia. Milão é
considerada a capital financeira d’Itália e também da moda. Milão tem uma culinária tradicional notada em todo o mundo e conta um acervo cultural indescritível, a começar pelo Cenacolo Vinciniano ao lado da Igreja de Nossa Senhora das Graças onde se pode admirar a Última ceia de Leonardo da Vinci. O Castelo Sforzesco o Duomo, a maior e mais bela catedral gótica do mundo; o Teatro Scala, onde até hoje se apresentam os maiores nomes da música erudita. 
Na Galeria Vittorio Emmanuele, uma sofisticada rua coberta com pisos de mármore, vitrais e as muitas lojas restaurantes e cafés da cidade. Na Via Montenapoleone, coração da cidade há a  maior concentração de grifes como Armani, Salvatore Ferragamo, Gucci, Prada, Valentino, Dolce & Gabanna entre outros.
No oitavo dia os visitantes se despendem com um belo café da manhã e retorno ao Brasil.
O roteiro é realmente fantástico e a vontade de pegar o avião amanhã passa logo pela mente!
Boa viagem e bon appétit!


Informações e reservas: Renata Azevedo 


Telefone: (31) 3298.1000 - Celular: (31) 9958.0628
R. Marília de Dirceu 173 - Lourdes. Belo Horizonte / MG 

Nenhum comentário:

Postar um comentário