domingo, 7 de outubro de 2012

Tartare de Bouef

De volta das férias, minha ansiedade em trazer todas as novidades de Paris para vocês me atropela com tantas informações.
Antes de postar as dicas dos melhores restaurantes que fui, começarei trazendo a receita de um prato que inicialmente vi com preconceito, mas que saboreei como um verdadeiro néctar dos deuses.
O tartare de bouef é uma mistura de carne crua com mostarda, gema, alcaparras, molho inglês, tabasco, cebola e salsinha.
No restaurante Le Train Bleu, muito tradicional em Paris (falarei mais dele no outro post), o graçom prepara o tartare na nossa frente. Eu, então, não poderia deixar passar essa excelente oportunidade. Filmei tudo e fiz o vídeo abaixo para vocês poderem aprender um pouquinho sobre como fazer essa receita de um modo legitimamente francês.
Há quem diga que a origem dessa receita não é francesa. Mas como ela se integrou há muito no cardápio tradicional dessa cozinha, acredita-se que os especialistas no assunto são mesmo os franceses.
Abaixo posto o vídeo e a receita. Quem quiser ver em tela maior, basta entrar no Youtube, ok!


O principal segredo desse parto é a qualidade da carne. Ela deve ser fresca! Pode ser miolo de alcatra ou filé mignon. Para 1 pessoa comece retirando os nervos de 200g de carne e picando-a finamente com a faca (eu prefiro passar no processador). Você pode também comprá-la já moída (somente uma passagem no moedor). Em uma tigela misture 1 gema e 1 colher (das de chá) de mostarda Dijon. Adicione 1 fio de azeite (cerca de 1 colher também das de chá), adicione 1 colher (das de chá) de molho inglês. Misture. Depois 1 colher (das de chá) de tabasco e continue misturando. Acrescente 1 colher rasa (das de sopa) de cebola picada bem miúda, 1 colher rasa (das de sopa) de alcaparras. Nesse restaurante eles colocam também um pouquinho de pepino em conserva (cercar de 1 colher das de chá) e salsinha picada (também 1 colher das de chá). Agora acresça a carne e misture bastante para o tempero incorporar bem. Finalize com salsinha picada e sirva com batatas fritas e uma salada de folhas verdes.
Há também uma outra versão que deixa a gema por cima da carne ao invés de misturá-la. Mas essa eu não provei...
Aproveitem e façam, pois é maravilhoso!
Bon Appétit!

Nenhum comentário:

Postar um comentário