terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Yakisoba

O Yakisoba é um prato que adoro fazer por três motivos muito simples e óbvios: é facílimo, delicioso e muito nutritivo.
Essa mistura de massa, carnes e legumes é de origem chinesa, mas muito consumido, também, no Japão.
A diferença entre os dois países está nos ingredientes que são um pouco mais pesados na China.
Eu tenho a minha própria receita de yakisoba, que vou ensiná-los aqui. Mas há na internet algumas que seguem alguns ingredientes em comum.
Bom, mas o mais importante é sobre a questão do macarrão, que preciso orientá-los: o japonês faz uma diferença incrível!
Sempre fiz yakisoba em casa com o famoso miojo e nunca tive reclamações. Mas desta vez, por acaso me deparei com o macarrão japonezinho na estante do supermercado e olhou para mim, me paquerou... aí eu tive que pegar! Não teve muito jeito... Foi mais forte que eu...
Brincadeiras à parte... se não encontrarem o japonês, podem reservar a massa tipo lamen ou um espaguete.
Legumes: eu costumo colocar pimentão verde, vermelho e amarelo, cebola e cenoura, salsa e/ou cebolinha para enfeitar. Há algumas receitas, que são ditas tradicionais, que contam com couve-flor, champignon e repolho.
Mas, na minha opinião, a essência do prato é a carne de sua preferência (boi, porco ou frango) e os seus legumes favoritos também. Há ainda os que gostam de misturar alguns frutos do mar. Eu já comi um com camarão que estava maravilhoso! Fica então essa opção também, para quem curtir.
O modo de fazer é bem prático. Coloque a água do macarrão para ferver. Dos pimentões retire os caroços e corte-os em tiras. Duas cenouras podem ser cortadas em fatias redondas ou cubos, como for de sua preferência. As cebolas não devem ser muito finas, pois faz parte sentir a crocância delas. Caso deseje acrescentar a couve-flor, corte-a em pedaços pequenos, mas não minúsculos para não desmanchar no prato. O repolho deve ser em fatias finas e, por fim, o champignon também deve, pelo menos, ser partido ao meio. As carnes podem ser cortadas em cubos ou no formato que preferir, desde que seja pequenos pedaços, que não precisem ser cortados com faca depois no prato.
Coloque o macarrão na água que, a essa hora, já deve estar fervendo. Se for o japonês, não coloca nada! Nem sal, nem óleo! Se for o espaguete, pode acrescentar um pouco de óleo ou azeite e, se for o miojo, aguarde mais um pouco, aproximadamente 4 minutos, pois ele fica pronto em 3 minutos, então pode esperar mais um pouquinho.
Em uma frigideira grande ou daquelas tipo wok, jogue um fio de azeite ou óleo de soja e vá refogando os legumes durante aproximadamente 10 minutos. Acrescente a carne picada. O tempo da carne na frigideira com legumes dependerá do tipo de carne que está usando. Mas, vá experimentando para conferir se está no ponto. O meu filet deve ter demorado aproximadamente 7 minutos para ficar no ponto que eu gosto. Jogue molho shoyu durante esse procedimento, tanto para temperar, quando para refogar os legumes e as carnes. Meia xícara (das de chá), geralmente é a medida ideal. Mas adicione aos pouco e experimente, pois ele é muito salgado e nós não queremos as pessoas bebendo água por cima de nossas delícias, certo!?
Se você estiver fazendo o macarrão japonês, em seis minutos ele fica pronto. Tempo ideal para cozinhar a carne. Escorra-o e misture-o bastante, mas delicadamente, na frigideira com a carne e os legumes. 
O mesmo para o espaguete ou o miojo.
Aqui em casa costumamos jogar, por cima, uma mão cheia de amendoim descascado e misturamos ao prato. Essa idéia deve vir da culinária chinesa, já que faz o prato ficar mais pesado e calórico. Eu a-do-ro! Acho que fica muito saboroso. Mas aí vai do gosto de cada um.
Prato pronto para servir!


Espero que tenham gostado!
Bon appétit!

4 comentários:

  1. Bom dia Adriana!!

    Venho acompanhando seu blog e suas fotos e estou adorando!!
    Ontem vi sua receita de Yakisoba....
    Bom, eu convivo com a culinária chinesa e japonesa e gostaria de te dar algumas dicas para que vc possa experimentar no seu próximo yakisoba!
    O yakisoba japonês é mais seco e menos salgado, o chinês tem um molho mais encorpado.

    No yakisoba chinês usamos um “molho mix” à base de caldo de carne, shoyo, Ajinomoto e maisena. Isso dá um moho menos salgado, mais saboroso e menos líquido. Se o molho não ficar com uma consistência legal, vc pode acrescentar um pouco mais de maisena dissolvida, pois isso dará mais consistência e brilho ao prato.

    O grande segredo da crocância dos legumes é o fogo alto, o mais alto possível!! Pra vc ter idéia, usamos um fogo que é umas 4x maior que os de restaurantes convencionais....

    Primeiro, na panela wok, coloca-se o óleo, frita a carne e depois separa a carne e escorre a gordura. A panela fica apenas suja de óleo... então, vc joga os legumes e refoga rapidamente. Isso garante a crocancia e a cor dos legumes, como por ex, o brócolis que continua verdinho! Nesses legumes acrescenta-se o “molho mix”, dá uma ligeira amolecida nos legumes e depois vc acrescenta a carne!

    No yakisoba japonês costumam usar um macarrão mais parecido com miojo. É yakisoba fica bem mais seco que o chinês.

    Ah, e o gostinho todo especial dos yakisobas é dado com algumas gotinhas de óleo de gergelim!!! Tempero fundamental nas duas culinárias!!!

    Espero que goste!

    Beijosss
    Calistaime.

    ResponderExcluir
  2. Adorei Calistaime! Utilizarei as dicas, com certeza! Foi excelente sua contribuição! Muito obrigada!!! Abs. Adriana

    ResponderExcluir
  3. Tambem adorei a dicas
    Um amigo fez ima vez e ele secava a massa co
    Papel toalha

    ResponderExcluir
  4. Qualquer dia vamos testar essas dicas, Nanda!

    ResponderExcluir