quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Newen

O Sommelier Wine trouxe esses dias uma matéria sobre o Newen. Um dos vinhos preferidos de minha mãe.
É um vinho originário da Patagônia, cuja diferença dos outros dizem estar na plantação das uvas em clima extremamente frio.
Segundo o Sommelier, os argentinos Newen Malbec Reserva e Newen Pinot Noir Reserva, elaborados pela Bodega del Fin del Mundo são produzidos em uma região ainda pouco explorada, mas bem propícia para uvas maduras e saudáveis.
A notícia que achei bem interessante é que além de estar aparelhada com mais de duzentos modernos tanques de fermentação, a vinícola conta com 2200 barricas de carvalho francês e americano, onde o vinho amadurece sob a supervisão de um competente e bem equipado corpo de enólogos. Eu não sou lá das mais entendidas, mas curto muito a tradição dos vinhos que ficam ainda em barricas de carvalho. Para determinados procedimentos não encontro muita graça na modernização.

Clique para ampliar
Descrição do Newen Malbec Reserva: Elaborado com a uva de terroir frio patagônico, amadurece por 12 meses em carvalho, cerca de 70% de origem francesa que arredonda o tanino por meio de lenta micro-oxigenação, e 30% em madeira dos Estados Unidos, responsável pelo aporte de aromas de tosta, caramelo e baunilha. O aroma total é uma mescla de fruta madura, com notas próprias da madeira, de sabor encorpado, frutado e em boa sintonia com a acidez, típica desta variedade de uva.
Sugestão de harmonização: Carne de corte alto grelhada ao ponto, risoto de cogumelos frescos, massa em molho de carne reduzido, queijos maduros e de sabor pronunciado: grana padano, taleggio, reblochon e serra da estrela.


Clique para ampliar
Descrição do Newen Pinot Noir Reserva: As regiões mais quentes são perfeitas para a Cabernet Sauvignon ou Syrah, mas a Pinot Noir terá um resultado mais elegante e típico se for plantada em clima frio, como o da Patagônia. Este Pinot amadurece por 12 meses em carvalho, sendo 80% em madeira francesa, que arredonda as arestas e dá profundidade de aroma e sabor, e 20% em carvalho estadunidense, que enriquece o vinho com aporte de caramelo e notas de torrefação. O aroma tem cereja e fruto do café, com sabor frutado, com taninos amenos e a acidez refrescante. Final elegante, de corpo leve e balsâmico.
Sugestão de harmonização: Galeto com batata assada, atum gordo grelhado, quiabo grelhado com espaguete alho e óleo e queijo ralado.

Fonte de informações deste post: http://www.sommelierwine.com.br

2 comentários:

  1. Boa tarde Adriana!
    Aqui é da Abet!
    Enviamos pra você um email com nosso agradecimento, não sei se você chegou a ver.
    Mas confira depois nosso agradecimento no site e as fotos no blog:
    http://abet.org.br/jla2/index.php?option=com_content&view=article&id=53&Itemid=57

    Muito obrigada mais uma vez!
    Equipe Abet.

    ResponderExcluir
  2. Márcia e equipe da abet, nós é que ficamos muito satisfeitos em poder fazer parte de um pouquinho dessa maravilhosa história que vocês tem construído nos últimos anos. Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir