domingo, 23 de outubro de 2011

Chimichurri

Se há um tempero que gosto de ter no meu armário é o chimichurri! É um tempero argentino muito tradicional usado, principalmente para fazer churrasco.


A base dele é de salsinha, alho, cebola, tomilho, orégano, pimenta vermelha moída, pimentão, louro, pimenta do reino negra, mostarda em pó e salsão.
Para preparar carnes, os argentinos juntam a esses ingredientes, que já vendem misturados e secos, azeite e vinagre. Esse molho é tão versátil que pode ser usado para marinar a carne, até no máximo, duas horas antes de assar, para ir molhando a peça durante o churrasco ou apenas para servir por cima, quando a carne já estiver pronta. Fantástico! E temos que assumir: as carnes feitas pelos argentinos são deliciosas!
Há algumas variações na elaboração desse tempero. Alguns substituem a salsinha por coentro, outros acrescem alfavaca ou manjericão, pimenta calabresa ou páprica picante e no molho, muitas vezes o vinagre é substituído pelo suco de limão.
Uma curiosidade que encontrei na internet sobre a origem do nome do tempero: ela é controversa e ninguém sabe ao certo como, quando e onde surgiu. 
Segundo os colaboradores do Wikipédia, alguns indicam a origem do tempero em imigrantes ingleses ou prisioneiros decorrentes da invasão inglesa que deram início ao nome, dizendo "give me the curry" (dá-me o molho) ou ou adicionando o "tche" :"tche my curry" (tche meu molho). 
Cita-se ainda um comerciante inglês ou irlandês Jimmy Curry ou James C. ¡Hurra, que inventou o molho, e de seu nome deu surgiu a palavra. 
Outra versão é a que vem na palavra basca tximitxurri (mistura). 
E, por fim, uma última versão é a que o nome advém de fans da cantora Rita Pavone, que cantarolavam o hit "Dame um martelo" com repetitivos "Tchi-rú-Tchi-rá, Tchi-rú-Tchi-rá", prática que com o processo de gramaticalização resultou na aférese "chiruchira" e posteriormente em "chimichurri".

Mas... histórias à parte, eu gostaria de mostrar a vocês um outro petisco, e não carne, que adoro misturar ao chimichurri. Também serve como um "salva-vidas"para visitas surpresas.
Em toda casa de mineiro que se preze há um pedaço de queijo qualquer na geladeira! Queijo minas, mussarela, queijo do serro ou frescal. Sempre há um queijinho para comer à tarde tomando um cafezinho. Verdade?
Pois é. Em minha casa nunca falta! E quando chega uma visita inesperada, na falta do carpaccio, pico o queijo que estiver à frente e acresço chimichurri e azeite. Fica muito bom! Daqueles belisquetes que a gente se vergonha por não conseguir parar de comer (tipo pipoca!).
E vocês também podem fazer servindo em algum potinho bonito para dar valor ao petisco. Eu gosto de usar os de vidro, pois assim dá para visualizar bem o colorido do tempero.
Experimentem e me contem o que acharam!
Bon Apetit!
Adriana Lafetá

14 comentários:

  1. Adoro esse tempero!
    comemos muito dele ontem! Foi otimo!

    ResponderExcluir
  2. Hummmm... Quando passei férias em Buenos Aires comi muito deste molho... Singular!!! Aqui em BH teve (ou ainda tem!) um restaurante de argentinos com este nome.

    ResponderExcluir
  3. Dei uma "googada" e não encontrei esse restaurante Claudinha. Onde fica ou ficava?

    ResponderExcluir
  4. Também adorooo chimichurri!!! Você compra ele aqui Dri??
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Nunca comi! Vou procurar aqui para provar. Boa dica!

    ResponderExcluir
  6. Aqui em BH tem em vários supermercados e no Mercado Central também.
    Ciça, em BSB também tem, com certeza!

    ResponderExcluir
  7. Vou preparar, adoro temperos e coisas diferentes... Meu irmão também gosta de inovar... vou divulgar.
    Tenho certeza que vou amar!!!
    Águida

    ResponderExcluir
  8. adriana lafetatoledo24 de outubro de 2011 19:40

    Provei dele sábado e adorei a mistura com o queijo!Ontem fiz aqui em casa e todos gostaram!valeu a dica!Fácil e gostoso!keep going!!!

    ResponderExcluir
  9. Que bom que gostou Pops! Agradar uma super cozinheira como você é tarefa difícil! ;-)

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo Blog Dri! Muito bacana!

    ResponderExcluir
  11. Essas dicas aqui você pode ir testando Marina, são todas muito fáceis! Obrigada pela visita! Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Adriana, este restaurante que te disse era na Savassi, mas já tem muito tempo que fui lá, mais de 5 anos... Pode ser que tenha fechado, mas era bem gostoso o lugar!

    ResponderExcluir